Buscar

Festival Lambateria promete movimentar a programação de Belém durante o Círio



Evento vai reunir música, moda e gastronomia na beira do rio

Para comemorar o Círio com muita música paraense, a Lambateria preparou uma programação especial: no dia 06 de outubro, sexta-feira que antecede a grande procissão, no Insano Marina Club, será realizado o Festival Lambateria, que vai reunir em uma só noite onze artistas que já participaram da festa realizada toda quinta-feira no Fiteiro e que são grandes representantes da cultura do Estado.

Em junho deste ano, a Lambateria completou um ano. Hoje, são mais de 65 edições ininterruptas, cerca de 340 artistas contemplados e um público de mais de 13 mil pessoas, a Lambateria, festa de música paraense realizada toda quinta-feira no Fiteiro, em Belém, se firmou como programação cultural da cidade. Não à toa, a festa já foi pauta do jornal El País e, recentemente, do programa “Estrelas” (TV Globo), apresentado por Angélica, e que preparou uma temporada especial sobre o Pará (confira o episódio aqui).

Pelo palco do Festival irão se apresentar Dona Onete, Pinduca, Combo Cordeiro, formado por Felipe e Manoel Cordeiro, Félix Robatto, Strobo, Lucas Estrela, Gang do Eletro, La Pupuña e Orquestra Pau e Cordista de Carimbó, além da discotecagem dos DJs Zek Picoteiro e Raul Bentes.

“Vamos promover encontros muito bacanas: teremos a mistura do pop do Strobo com a Tecnoguitarrada do Lucas Estrela e o encontro memorável da rainha com o rei do Carimbó. Dona Onete vai apresentar seu show que está estourado na Europa e vai receber no palco Pinduca, estou ansioso para esse momento”, conta Félix Robatto, realizador do evento.

Mas o Festival não é só música. Será aberto um espaço para produtores locais de moda e gastronomia poderem expor seu trabalho e assim permitir que o público mergulhe na cultura paraense.

“A Insano fica na beira do rio, tem uma paisagem única. Ao unir moda, gastronomia e música em um só lugar, esperamos que nosso público possa viver o Pará na época mais paraense de todas: o Círio”, explica Félix.

Esquenta – Na quinta-feira, 05 de outubro, a Lambateria terá um esquenta no Fiteiro, com as atrações residentes Félix Robatto, DJ Zek Picoteiro, o grupo de Carimbó Os Safos da Capital e a atração convidada será o Baile do Cupijó, uma grande homenagem a este importante representante do Carimbó que reúne composições perdidas de Meste Cupijó, reescritas por Daniel Serrão, recriando o baile orquestrado por Mestre Cupijó e os Azes do Ritmo, nas décadas de 70 e 80.

Sobre as atrações do Festival

Orquestra Pau e Cordista de Carimbó - projeto comandado pelo maestro Douglas Dias, que reúne 14 músicos e todos os naipes de instrumentos de pau e corda que compõem um grupo de Carimbó, também surgiu na festa e cumprindo extensa agenda na cidade, incluindo participações no Festival Se Rasgum e no festival de percussão Repercurte, realizado no Theatro da Paz que teve entre as atrações o grupo Barbatuques.

Lucas Estrela – o jovem guitarrista é o mais novo representante da Guitarrada paraense e vem apresentando o gênero misturado a Carimbó e Tecnobrega.

Strobo – duo de música instrumental/eletrônica que alia à música instrumental uma roupagem pop, utilizando a tecnologia para misturar timbres sintéticos e acústicos sem restrição que traz influência de elementos da house music e do rock.

Gang do Eletro - Formada em novembro de 2008, a Gang do Eletro era apenas um duo formado por Waldo e Maderito, que logo ganharam o reforço de Will Love e Keila Gentil. Com influências do mundo tecnobrega, pitadas de música eletrônica estrangeira e letras que trazem ao seu público o cotidiano de uma realidade suburbana, a Gang é sinônimo de show explosivo.

Dona Onete – a rainha do Carimbó Chamegado, dona Onete é a maior representante da música paraense na atualidade. Com seu segundo disco “Banzeiro”, Onete está circulando por todo o Brasil, Estados Unidos e Europa.

Pinduca – considerado o “Rei do Carimbó”, completou 80 anos em 2017 e é autor de grandes sucessos desse gênero que é a cara do Pará.

Combo Cordeiro – em 2016, o guitarrista Manoel Cordeiro formou com o filho, o também guitarrista Felipe Cordeiro, a dupla intitulada Combo Cordeiro, trabalho instrumental que harmonizam os toques das respectivas guitarras com batidas eletrônicas entre levadas pop tropicais de ritmos em evidência no Norte do Brasil, como Tecnobrega, Boi Digital, Carimbó, Cumbia e Guitarrada.

Félix Robatto – idealizador da Lambateria, é um pesquisador de música latino-amazônica que lançou em 2016 o segundo álbum solo “Belemgue Banger”, resultado de sua pesquisa sobre as origens da Lambada. Seu repertório dançante é repleto de Lambadas, Guitarradas, Cumbias, Merengues, Carimbós e Bregas, além de músicas autorais como “Eu quero Cerveja”, “Seu Godofredo” e “A Gente Chama de Lambada”.

La Pupuña - Misturando uma série de elementos como o Rock, Merengue, Surf Music, Brega e, é claro, a Guitarrada paraense, o grupo formado por Adriano Sousa (bateria), Marcio Goés (baixo), Diego Muralha (guitarra), Luiz Félix (guitarra e percussão), Rodolfo Santana (teclado) e Ytanaã Figueiredo (voz e percussão) foi um dos responsáveis por colocar a Guitarrada de volta à cena musical brasileira. O grupo acabou em 2010, mas os reencontros da banda são sempre muito esperados pelos fãs saudosos.

DJ Zek Picoteiro – DJ oficial da Lambateria e sempre figurando na discotecagem de festas paraenses, Zek traz um repertório eclético e que passeia do clássico da música de salão paraense, a canções latinas que influenciaram nossa música até a versão mais pop da música produzida no Pará: o Tecnobrega.

DJ Raul Bentes – com um repertório composto especialmente por Bregas marcantes, DJ Raul Bentes faz discotecagem na Lambateria e é um dos responsáveis por manter o salão cheio.

Festival em Números:

Dias de evento: 01

Shows: 06

Atrações: 11

Empreendedores criativos envolvidos: 10 marcas

Empregos gerados: 200

Público esperado: 3.500

Sobre a festa – Realizada toda quinta-feira no Fiteiro, há 65 semanas ininterruptas, a Lambateria virou referência para quem quer ouvir e conhecer música paraense. Pelo palco, já passaram grandes artistas que representam a música paraense como Lia Sophia, Dona Onete, Felipe Cordeiro, Pinduca, Gang do Eletro, Strobo, Lucas Estrela, Mestre Solano, Aíla, Orquestra Pau e Cordista de Carimbó, Nazaré Pereira, Arthur Espíndola, Lucinnha Bastos, Nelsinho Rodrigues, Kim Marques, Nanna Reis, Os Dinâmicos, a primeira banda do Mestre Vieira, Jeff Moraes, Na Cuíra pra Dançar, André Coruja, La Pupuña, Liège, Nanda Miranda, Mega Pop Show, Rebeca Lindsay, Nanna Reis, Alfredo Reis, Carla Maués, Bruno BO, Los Bregas, Bruno Benitez, além dos DJs DJs Raul Bentes, Will Love e Azul.

Entre as atrações nacionais estão Orquestra Contemporânea de Olinda (PE) + Emília Monteiro (DF) + Flávio Renegado (BH) + Dj Nada (Brasília) + DJ Damon Meyer (RS) + DJ Pequí (GO) + Figueroas (AL).

Além de música, a festa apresenta clipes e trabalhos de artistas visuais paraenses nos telões da casa para que o público possa se aprofundar na cultura do Estado.

Idealizada pelo guitarrista e produtor musical Félix Robatto, a festa tem relação com seu trabalho de pesquisa sobre a música latino-amazônica. Depois de produzir os discos “Treme” de Gaby Amarantos indicado ao Grammy Latino e o último trabalho de Lia Sophia, Robatto lançou a festa quando se preparava para lançar o segundo disco solo: “Belemgue Banger”, que é resultado de sua pesquisa sobre as origens da Lambada. “Eu já realizava uma festa semanal de música paraense, mas queria fazer algo mais completo, que pudesse reviver os climas dos bailes dançantes do Estado. Foi assim que surgiu a Lambateria”, relembra o músico.

Economia Criativa – A Lambateria é um modelo de negócio de economia criativa que se mostra economicamente viável. Realizado há 65 semanas ininterruptas, a festa não possui patrocínio e paga todas as quatro atrações da noite, além da equipe que trabalha na segurança e bilheteria, com a renda arrecadada na bilheteria da casa. Um exemplo do potencial da música dentro da economia criativa.

Programação Festival Lambateria no Círio #ano1

20h – DJ Zek Picoteiro + Raul Bentes

21h – Orquestra Pau e Cordista de Carimbó

22h30 – Strobo + Lucas Estrela

23h30 – Gang do Eletro

0h30 – Dona Onete + part. Pinduca

2h – Combo Cordeiro

3h30 – Félix Robatto + La Pupuña

Serviço: O Festival Lambateria com Dona Onete, Pinduca, Combo Cordeiro, Félix Robatto, Strobo, Lucas Estrela, Gang do Eletro, La Pupuña, Orquestra Pau e Cordista de Carimbó, DJs Zek Picoteiro e Raul Bentes será no dia 06 de outubro, a partir das 20 horas no Insano Marina Club (Rua São Boaventura, 268 - Cidade Velha). Abertura da casa às 20h. Ingressos do 1º Lote a R$ 30,00 (esgotado), 2º lote a R$ 40 e ingresso inteiro a R$ 50. Vendas antecipadas no Sympla, loja Ná Figueredo (Estação das Docas) e lojas Osada (Braz de Aguiar e shopping Grão Pará). Informações: (91) 98026-1595 / fb.com/lambateria. Apoio cultural: Cultura Rede de Comunicação, Fiteiro e Insano Marina Club. Patrocínio: Draft Sound.

Assessoria de Imprensa Lambateria - Sonia Ferro: (91) 98026-1595 / Alexandra Cavalcanti: (91) 98218-7610 / Email: festivallambateria@gmail.com.


Posts recentes

Ver tudo

#GuitarradaEmCasa concluída com sucesso!

Foram dias planejando, virando a madrugada pra preparar as bases e a minha primeira Live no YouTube me deixou muito feliz. Depois de uma semana muito difícil, vocês me deram alegria e força pra seguir

contatos para shows:

+55 91 98026-1595 / felix@robatto.com.br

  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • SoundCloud - White Circle